Helloooo Amores!
Que saudade eu estava com vocês <3
Ficar sem celular é um saco né, mas, agora tudo se resolveu...

Hoje trago a resenha de um livro simplesmente M A R A V I L H O S O. É o primeiro livro da série Paixões Gregas. O nome desse é Um Amor Como Vingança da autora parceira Mônica Cristina.

O livro vai contar a história de Leon Stefanos. Ele e seus irmãos Heitor, Ulisses e Nick sofreram muito ao longo de suas vidas, por causa do abandono da mãe e da morte prematura do pai. Tudo isso aconteceu porque Helena, a mãe dos garotos largou o marido e os filhos para se tornar amante do milionário Quiron Kalimontes.

Depois de muita dificuldade e força de vontade, os irmãos Stefanos constroem um império. Apesar de cada um morar em uma parte do mundo, sempre estão juntos. Leon, decide continuar em Kirus. Eles são muitos diferentes um do outro, mas, compartilham o mesmo desejo de vingança.

Mas, Leon é o que mais se preocupa em destruir a vida do Quiron. Mas, acontece algo que não estava nos planos do nosso mocinho. Ela descobre que Quiron tem uma filha e decide seduzir a garota que ele acredita ser uma patricinha mimada e depois descartá-la como se fosse um objeto.

Mas, Melissa Kalimontes, sempre foi tratada como escrava. Nunca teve o carinho do pai. Nunca saiu de casa. Nunca aproveitou o luxo que o pai dava a todos que conhecia. E agora, que o dinheiro havia acabado e o pai estava falido, ela havia se tornado a única responsável por cuidar da mansão em que moravam.

Depois que Leon ameaça Quiron, Melissa se muda para a casa dele. E é então que ele se depara com aquela que ele passa a chamar de Afrodite. Ele fica deslumbrado com a beleza rara dela e além disso, Melissa se mostra totalmente diferente do que ele tinha imaginado.. Ela é uma garota tímida, insegura e sempre disposta a obedecer.

Logo no início Leon deixa claro a sua intenção com ela, mas, garante que não irá a obrigar a nada. Mas, será que ele vai conseguir não se apaixonar por Melissa? E ela, até quando conseguirá resistir aos encantos do grego mais lindo da ilha de Kirus.

Gente, pode parecer que eu contei a história toda, mas, não. Tem muita coisa envolvida, tem muitas surpresas, tem muita coisa MARAVILHOSA. Vocês vão amar esse livro, tenho certeza disso. Já recebi o segundo volume da série e não vejo a hora de começar a leitura.  Ele está disponível na Amazon e vou deixar o link para vocês. Não costumo dar notas para os livros que leio, mas, esse merece 10000000 estrelas! Hahaha




Hello Amores.
Estou sumida do blog, do instagram.
Mas, tudo tem dois motivos.
Primeiro: Meu celular está maluco e está sendo muito difícil poder contar com ele e segundo: Minhas aulas voltaram!!!  Eu estava com muita saudade da faculdade, mas, agora o meu tempo livro acabou junto com as férias. Então, já sabem né..

Hoje trago para vocês a resenha de um livro que deixou de boca aberta haha.
Ele tem uma temática com a qual não estou muito acostumada. O que achei muito bom, porque não quero continuar lendo apenas historinhas de amor, mesmo, que eu ainda seja louca por elas kk, mas, esse livro, realmente é fantástico.

Estou falando do livro O Segundo Caçador do autor parceiro, Bruno Crispim. Nesse livro conhecemos Will, um advogado criminalista que desde muito cedo precisa lidar com seus impulsos violentos. Um dia, voltando do trabalho, Will é surpreendido por um assalto dentro do ônibus em que estava. Após brigar com o primeiro bandido, um policial é morto e no meio da confusão, o protagonista se vê matando os outros ladrões, deixando apenas um vivo.

Mas, então fica a pergunta: é assassinato ou legítima defesa? Will não é preso, mas, se afasta uns dias do trabalho, já que ficou ferido no assalto. É quando conhecemos Aninha, a quase namorada de Will e Pedrão, o melhor amigo da vida inteira. Passam-se alguns dias, e os três decidem sair para beber alguma coisa. Mas, acontece uma briga e Pedrão é morto e deixa para Will a missão de cumprir a lista.

"A Lista" é uma lista com nomes de alvos. Políticos, traficantes, que Will deve matar para evitar que mais pessoas sofram nas mãos deles. É quando Will se torna um justiceiro, um serial killer, o Segundo Caçador. Muitas mortes estão por vir e muitas surpresas também.

Gente, esse livro me deixou sem palavras. Foi bem legal tentar entender a cabeça de um justiceiro, não que eu concorde com isso, de forma alguma, mas, foi uma experiência nova.

Recomendo muito a leitura para você que adora um mistério, suspense e muitas surpresas.

O final então me deixou BOBA.

E espero ansiosa uma continuação.

Vou deixar aqui embaixo as redes sociais do autor.

Instagram

Adquira o livro O Segundo Caçador - AMAZON






Olá meus amores.
Hoje trago uma resenha super especial. Recebi o livro Meu  Nome é Albert, em parceria com o autor Ronaldo Viana e imaginem um livro lindo. Imaginaram? Meu Nome é Albert, é mais lindo ainda.

Não pude deixar de lembrar durante a leitura, do August, de Extraordinário. Os livros são diferentes, mas, tratam da mesma temática: o bullying e também sobre aceitarmos quem nós somos e sermos felizes apesar de todas as dificuldades.

Albert é um garoto de onze anos que nasceu com uma deficiência nas mãos. Em uma delas, ele não possui nenhum dedo e na outra, três dedos pequenos, que ele apelidou de "dedos anões". Essa deficiência rendeu a Albert, o apelido de três dedos. Daí o nome do livro: Sempre que alguém chama o garoto de três dedos, ele responde: MEU NOME É ALBERT.

Caçula, além da deficiência, das brincadeiras de mau gosto, Albert também precisa lidar com o desprezo dos irmãos mais velho. Carol e Tom, sempre tiveram vergonha do irmão, sendo que esse último, muitas vezes, chegava até mesmo a agredir o menino.

Solitário, o único momento de paz que Albert encontrava era passar horas e horas no jardim de casa, conversando com o seu grande amigo Kurt. Mas, um detalhe intrigava a todos de sua família e vizinhos: Ninguém via Kurt, apenas Albert.

O livro é simplesmente maravilhoso. Ele conta a trajetória de Albert e as mudanças que ele passa durante toda a trama e também como é importante a união da família para o crescimento saudável de uma criança.

Além disso, outra coisa que ganhou o meu coração, foi os ensinamentos bíblicos presentes na escrita do autor, como por exemplo, os conselhos para que Albert perdoasse a amasse aqueles que os faziam mal..

Merecem um destaque especial os personagens: Klaus (Namorado de Carol). Fagner (O psicólogo) e Stefani (A professora).

Vou colocar aqui embaixo um dos quotes que mais amei no livro.

" Ambos riram, mas logo Kurt prosseguiu:
  - Amigo, só penso que você deveria olhar a vida com outra ótica para ser mais feliz. Só isso.
  - Ótica?
  - Sim, com outro olhar. Olhar tomando-se por base o que Deus te deu para viver e ser grato a Ele. Não viva reclamando do que você acha que Ele deveria ter dado e não lhe deu. Você vive fugindo de todo mundo, no entanto, deve viver de cabeça erguida e fazer o melhor que puder."

Por hoje é isso!
Os links para adquirir o livro Meu Nome é Albert estarão no final do post.
Bjo e até mais...


ADQUIRA O LIVRO






Oi amooooores.
Era para ter postado resenha na sexta, mas, não deu e quase que hoje não dá também kk, mas, vamos lá.
Eu estava L O U C A para escrever sobre esse livro. Sério. Estou apaixonada pela história da Grace Kelly e do príncipe Rainier. 
Sabe aqueles contos de fada da vida real? É bem isso.

Quando eu comprei o livro numa promoção da Americanas, a princípio, achei que se tratava de um livro-reportagem, mas, na verdade, é um biografia. Detalhe que eu simplesmente adorei, porque, é um gênero que sempre tive vontade de ler, mas, que acabava sempre deixado de lado, dando lugar a um romance.

Mas, a verdade é que eu adorei o livro. Amei a escrita do autor e ainda mais conhecer mais sobre essa história de amor, que, me julguem, eu não sabia de NADA. Tipo, eu sabia quem era Grace Kelly, mas, não sabia quem era o meu marido, os seus filhos e muito menos a importância que ela tinha.

Mas, como eu disse para vocês, a história deles é simplesmente um conto de fadas. Imagine uma grande atriz de Hollywood, com um Oscar de Melhor Atriz na bagagem que se apaixona pelo príncipe de um país distante e abandona todo o sucesso para se tornar, a princesa Grace de Mônaco?

Foi bem isso que aconteceu. Grace Patrícia Kelly nasceu na Filadélfia e ao contrário de seus irmãos, não levava o menor jeito para o esporte, sua grande paixão, eram as artes dramáticas. Com muito esforço, se tornou uma aclamada atriz de cinema.

Tudo ia as mil maravilhas, até que em uma sessão de fotos, ela conheceu o príncipe Rainier III, de Mônaco, um principado ao sul da França. Se apaixonaram e pouco tempo depois, subiram ao altar.

O livro conta em detalhes como foi o relacionamento dos dois, do casamento, do nascimento dos filhos Carolina, Albert e Stéphane. Também é relatado um pouco da história do principado, disputas políticas e as circunstâncias envolvendo a acidente que tirou a vida da princesa.


Como jornalista, acredito que todo profissional da comunicação deveria ler esse livro. Refleti muito a respeito dos limites da imprensa e de como ela pode interferir na vida de uma pessoa, de uma família. Sei da importância de se divulgar, mas, até que ponto, devemos chegar?

Como pessoa, o livro é uma forma de conhecer uma mulher maravilhosa. Grace foi um exemplo de atriz, esposa, mãe e princesa, capaz de abdicar daquilo que mais amava, pelo bem de sua família. Sem falar que ela era LINDA! Ahh, e o livro trás algumas fotografias bem raras...

Foi sem dúvida, um dos melhores livros que li nesse ano.

Vou deixar alguns links de sites em que vocês podem encontrar esse livro!

Bjoooo!

AMAZON - AMERICANAS




Hello amores.
Percebi que tenho vindo aqui com muito mais frequência do que achei que seria possível haha!
E sinceramente, estou adorando isso.

Hoje vim trazer para vocês a resenha de um livro super fofo e divertido que encontrei na Amazon. É o Quero Me Casar da Flávia Padula. Eu já o tinha baixado há um tempo, mas, nunca tinha lido, mas, estou em uma semana que preciso ocupar a minha cabeça de qualquer maneira e pra quê melhor do que me afundar em várias histórias de amor?

Quero me Casar conta a história de Melissa (Não é a mesma de Onze Vezes Madrinha, Nenhuma Vez Noiva, apesar de terem o mesmo nome, serem completamente malucas e sempre estarem envolvidas em casamento, elas não são a mesma pessoas.) A Melissa de Quero Me Casar, desde pequena tem um grande sonho. Um doce para quem acertar o sonho dela: Isso mesmo. Se casar.

Gente, eu sempre sonhei em me casar, me vestir de noiva, mas, a Melissa é simplesmente obcecada pela ideia. Tanto que seus presentes preferidos de infância, eram artigos de enxoval. Dá para acreditar? Ela cresceu e como não poderia deixar abriu uma empresa de organização de casamentos. 

Namorada de Roberto, ela não vê a hora de ser pedida em casamento. Indireta vai, indireta vêm, eles decidem se casar, mas, o noivo não parece nenhum pouco animado. E é a partir do momento que eles tomam essa decisão que tudo muda.

Bete, a tia de Melissa que chegou da Europa, convida  a sobrinha para ir no hotel em que ela está hospedada para entregar um presente que havia trago. Mas, acaba se "confundindo" ao dizer o número do quarto. E assim que Melissa bate na porta, é recebida aos beijos por um cara que ela nunca havia visto antes. Mas, a atração entre eles é tão grande que ela não consegue fugir e se não fosse o telefone dele tocar, com certeza eles teriam chegado aos finalmentes.

Melissa aproveita para fugir do hotel e também do homem misterioso que acabou de agarrá-la.

E é nesse momento que conhecemos Jonathan Ávila, um empresário que estava de passagem por São Paulo. Ele estava com a vida totalmente virada de ponta - cabeça. Estava noivo de uma mulher que não amava e o após a morte do irmão e da cunhada em uma tentativa de assalto, se viu responsável pela sobrinha Ana, grávida aos quinze anos e do pequeno Jonathan. Louco para relaxar, Jonathan liga para uma casa de prostituição e pede uma das garotas. E então quem aparece? Melissa. Depois de quase se atracarem no chão da sala, ao receber o telefonema de sua sobrinha, ele se afasta e ao voltar vê que a garota sumiu. Poucos segundos depois, alguém bate na porta e a garota na frente dele, se apresenta como a garota que ele havia pedido.

E então começa uma sucessão de encontros  e desencontros, muitos beijos e muita diversão. É uma história maravilhosas e muitas coisas acontecem para nos surpreender. Você não pode deixar de conferir.

Então é isso, e até sexta-feira!

LINK DO LIVRO - QUERO ME CASAR - FLÁVIA PADULA